sexta-feira, 30 de Abril de 2010

tenham um bom fim-de-semana



Nós vamos para a casa da praia mas duvido que esteja bom tempo para nos estendermos assim ao sol. Mas nunca se sabe.

parole



Para a Mariazinha con muchos besos!

quinta-feira, 29 de Abril de 2010

je t'aime moi non plus


clikem para ampliar

the ugly truth

eye candy - Channing Tatum


O Channing Tatum é uma "rising star", a "next big thing" do cinema americano. Tornou-se conhecido por um filme para adolescentes, o "Step Up", mas depois disso surgiu como cabeça de cartaz do "G.I. Joe: The Rise of Cobra" e "Dear John - Juntos ao Luar", actualmente em exibição em Lisboa.



Com uma série de novos filmes para estrear, ele é a nova coqueluche dos filmes de acção a par com o Sam Worthington e o Chris Evans. A grande surpresa é que ele é o protagonista do novo filme do Steven Soderbergh "Knockout" com lançamento previsto para 2011.

Aqui numa produção para a GQ.



E esta é bonus. Quem é amigo, quem é? ;)

quarta-feira, 28 de Abril de 2010

hoje estava um pouco impaciente...


...porque não conseguia pôr a m**** deste gif no blog.
Agora já estou mais calmo ;)

terça-feira, 27 de Abril de 2010

bom...







I will join the navy, as soon as possible lol

segunda-feira, 26 de Abril de 2010

o último refúgio de uma estrela


Hoje proponho uma espreitadela ao que foi o último apartamento da Greta Garbo em Nova Iorque.

A Garbo retirou-se do cinema em 1941 depois de fazer "Two Faced-Woman". E,até hoje, foi a mais célebre retirada de cena da história do cinema. Ninguém esperava que ela se retirasse no auge da fama.

Ela sempre quis ser "left alone" em vez de "be alone" e durante muito tempo andou indecisa, não sabia se havia de voltar à sua terra natal, a Suécia,ou ficar nos Estados Unidos. Finalmente em Outubro de 1953, comprou este apartamento de sete assoalhadas no 5º andar do Campanile na 450 East Fifty-second Street na Big Apple.



A localização era ideal, Garbo estava no meio de Manhattan e perto de tudo. Lexington e a Madison eram uns quarteirões de distância, Central Park e o Museu de Arte Moderna mesmo ali ao lado.


Greta Garbo durante os anos 80, fotografada em Nova York por Ted Leyson.


A decoração deste ambiente exclusivo e elegante reflecte os seus gostos pessoais mas também teve ajuda de grandes amigos tais como o Cecil Beaton, Gayelord Hauser e o decorador Billy Baldwin.


A Garbo tinha uma verdadeira paixão por arte e antiguidades e começou a coleccionar Renoir desde os anos 40. Mas não só, obras de Picasso, Pierre Bonnard e Jean Atlan faziam parte da sua colecção.


"Léontine et Coco" do Renoir (1909), que retrata o filho do artista, Claude, estava na sala principal,por cima da lareira.


O seu closet, com alguns dos seus objectos pessoais.



Alguma informação foi tirada daqui,www.garboforever.com, um excelente site sobre a mais misteriosa de todas as Divas

domingo, 25 de Abril de 2010

um rapaz para cada dia da semana

2ª feira - "Ir trabalhar...oh, não. O melhor é ficar na cama."



3ª feira - "Já estás em casa, esquece a reunião. Vamos fazer qualquer coisa..."



4 feira - "Hoje apetecia-me fazer algo diferente..."



5ª feira - "Bute faltar ao trabalho, conheço um celeiro muita giro."



6ª feira - "Bem, têm que conhecer o meu novo professor de skate!"



Sábado - "Desculpa mas com este calor não aguento...



Depois digam-me qual foi o dia que mais apreciaram ;) lol.
Tenham uma boa semana.

25 de abril sempre!!!




sábado, 24 de Abril de 2010

decepção


Esta história verídica de um gay que se assume tardiamente e entra numa onda de esquemas fraudulentos para sustentar uma vida de luxos, dava certamente um excelente filme. Mas não é este e por duas grandes razões.


A primeira é o Jim Carrey, um erro crasso de casting. A história do filme é tão mirabolante que precisava de um protagonista que lhe desse alguma credibilidade e o Jim Carrey com as caretas e as macacadas arruina o filme.

O Rodrigo Santoro :P tem um pequeno papel o que muito nos alegrou lol. Somos fãs!


A segunda cabe aos realizadores que nunca se definem. Nunca sabemos bem se estamos a ver uma história de amor ou um filme sobre as peripécias de um "escape artist".


A contrastar, o Ewan McGregor tem uma excelente interpretação, com momentos comoventes mesmo. Mas não chega para salvar o filme.

Absolutamente dispensável.

sexta-feira, 23 de Abril de 2010

dolce vita

Ando a ler este livro que reúne algumas das mais célebres fotografias dos paparazzos italianos durante os anos 50/60/70.



É uma viagem visual que documenta o nascimento e a consolidação da mítica Dolce Vita numa Itália povoada por estrelas de cinema, cantores e figuras do jet set. Num mundo que queria esquecer rapidamente a II guerra mundial, fazer sonhar era o escape para apagar todas as mazelas. E os paparazzos descobriram como.


Para além das fotografias, a maior parte delas notáveis, o que mais impressiona é serem verdadeiros documentos de uma época fervilhante de criatividade, glamour e agitação social. O livro é também uma viagem pelo cinema italiano, pelos anos de ouro da Cinecittá e contém entrevistas com 22 dos mais relevantes paparazzos da época. Este aspecto é um dos pontos altos desta obra porque nos permite partilhar algumas informações preciosas.




Fellini na Via Veneto

Vale a pena.

quinta-feira, 22 de Abril de 2010

ausente



Te observo desde el otro lado del sofá mientras sonríes cuando hablas de algo que no soy capaz de escuchar, estoy pensando, como siempre, analizando todo lo que nos rodea como un depredador. Has puesto el móvil a cargar y descansa sobre el ángulo posterior derecho de la mesa del comedor, seguro que al hacerlo te sentaste para comprobar el correo, la silla está levemente desplazada hacia atrás. El ordenador del despacho ilumina en azul la penumbra de libros, madera y tonos rojos, las fotos del nuestro último viaje siguen ahí, ordenadas y etiquetadas con nombres imposibles que sólo tu eres capaz de recordar. Has pasado por el baño, esto es fácil, siempre pasas por el baño para desaparecer y encontrarte contigo mismo. Hay un periódico doblado con descuido sobre la mesa de centro, El País, menos mal. Me hubiese resultado costoso encontrar otro diario, ya sabes que yo nunca los leo. La perenne lámpara amarilla sobre el mueble de roble con diez cajones, las sombras de tu cartera, unas gafas y algún artilugio electrónico que me robará el sueño con sus alarmas imposibles y sus funciones anárquicas. A las veintidós horas nos avisará la televisión de que piensa cambiar de canal aunque no estemos de acuerdo ¿dónde se cancelaba esta locura? En el botón “tv” o en el “back to program”? Te levantas para caminar nervioso mientras hablas por teléfono con tu familia, puedes recorrer varios vientos de metros en cada llamada, no me extraña que te mantengas en forma. Vistes algo cómodo para estar por casa, las zapatillas del día te esperan alineadas detrás de la puerta de la calle, es posible que hayas pensado en esta ubicación para que no se te olviden. Como las llaves, las gafas graduadas, la mochila, la idea que estabas fraguando dos minutos antes de partir, se te olvida todo menos lo importante. Me siento tranquilo aunque ausente, muchas veces me preguntas ¿dónde estás? Estoy aquí siempre, feliz. Estás guapo mientras sonríes cuando hablas de algo que no soy capaz de escuchar.



Este post é da autoria do meu amigo P.

quarta-feira, 21 de Abril de 2010

surpris de me voir ici?



Pour SYL

via http://gaycultes.blogspot.com/

terça-feira, 20 de Abril de 2010

absolut beauty



Helmut Berger, 1969.

lição de pintura - david hockey


Peter Getting Out of Nick's Pool,1967.


Pool With 2 Figures,1971.


A Bigger Splash,1967.


Water Made of Lines and a Blue Wash, 1980.

segunda-feira, 19 de Abril de 2010

bora dar um mergulho?


Esta piscina verdadeiramente espectacular fica no The Joule Hotel, um design hotel em Dallas, no Texas.


A piscina projecta-se 2,44 metros sobre a rua e termina com um vidro.
Vertigens? Alguém falou em vertigens?


Este projecto com uma arquitetura no mínimo arrojada foi concebido por um gabinete de arquitectos, o Architexas e fica dez andares acima do chão.


O R. já disse que não mergulhava lá nem que lhe pagassem mas eu adorava.
E vocês?