terça-feira, 29 de Novembro de 2011

RIP - Ken Russel (1927–2011)

Ken Russel, um dos mais controversos e polémicos realizadores britânicos morreu ontem aos 84 anos. Um perda irreparável mas também uma oportunidade para redescobrir a sua obra.

sailing

by Bruce Weber

untitled

by Maurizio Cattelan

why not?

surfers

by Leroy Grannis

marlene

um gif por dia

segunda-feira, 28 de Novembro de 2011

pretty face

always Elizabeth

um gif por dia

a meio gás

No dia seguinte ao roubo do carro, o meu computador de casa "berrou". Tenho mesmo que ir à bruxa :(

É por isso não tenho postado com a regularidade habitual mas penso que lá para 4ª feira, o computador já deve estar arranjado e o blog vai voltar ao ritmo normal. Entretanto só posso usar o computador do emprego o que não dá muito jeito, nem é conveniente. Até lá o blog vai andar a meio gás.

sexta-feira, 25 de Novembro de 2011

"A Natureza-Morta na Europa"

Ontem tivemos almocinho cultural. Eu, a minha amiga PM, o meu sobrinho e um amigo dele fomos ver a muito falada exposição "A Perspectiva das Coisa - A Natureza-Morta na Europa" na Gulbenkian e adorámos.
A exposição tem como ponto de partida as transformações sofridas pela natureza-morta na modernidade, que vai da reinvenção da forma levada a cabo por Cézanne e estende-se a uma série de artistas activos no virar do século. Foi uma época fervilhante em que estes pintores tentaram alargar as práticas radicais do impressionismo e procuraram soluções para a aparente ausência de conteúdo subjectivo, ou seja do tema retratado.


A exposição é extraordinária porque ilustra de forma muito elucidativa, um dos períodos mais interessantes do pensamento e da história da arte do séc. XX. E claro, tem telas deslumbrantes. Eu como sou especial apreciador dos impressionistas deliciei-me com o Van Gogh, Manet, Gauguin e Matisse. Ver ao vivo estas telas é, de facto, um privilégio que às vezes só acontece uma vez na vida. Deixo-vos um pequeno documentário para vos abrir o apetite.
Imperdível.

Museu Calouste Gulbenkian, Av. de Berna 45A, Lisboa - Entrada: 5€

BODY, REMEMBER…


Body, remember not only how much you were loved,
Not only the beds upon which you lay,
But those desires too that glowed for you
openly in their eyes
and their voices that trembled for you-that only
some chance obstacle cancelled them.
Now that all is safely in the past,
it almost feels as if you gave yourself
fully to those desires-as they glowed,
remember, the eyes that devoured you;
the voices, trembling for you, remember, body.

C.P.Cavafy

um gif por dia

quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

um dia de cão

Há dias em que é mesmo melhor não sair da cama, de casa ou seja do que for!

Hoje, dia de greve geral, o meu rapaz sai de casa todo pimpão para ir de carro para o emprego, chega à rua onde o deixámos estacionado e onde é que estava? Não estava!
Volta para casa, acorda-me e confirma comigo se o tínhamos mesmo deixado naquele sítio, coisa que eu confirmo e antes de entramos em pânico, pensamos "Bem, foi rebocado por alguma razão" apesar de termos licença de residentes e o carro ter ficado bem estacionado. Ligamos para a Emel, para a PSP e afins, ao que nos dizem que nenhum carro com aquela matrícula constava. E percebemos o que não queríamos. Roubaram-nos o carro!!! Fuck! Fuck! Fuck!
Obviamente já fizemos queixa na polícia,  que nos mandou aguardar. Se aparecer telefonam-dizem. Mas estou tão furioso e revoltado. Ainda se fosse um carro novo e todo xpto, compreendia, mas o nosso até era um Corsa já com alguns anos que não interessava a ninguém. Só a nós. E a falta que nos vai fazer!
Filhos da Puta!!!
Desculpem o desabafo.

um gif por dia

terça-feira, 22 de Novembro de 2011

domingo, 20 de Novembro de 2011

desabafo

a pele onde vivo

O Almodovar é dos realizadores que hoje em dia, e isso é cada vez mais raro, têm um universo muito próprio e eu gosto dessas obssessões, dele esmiuçar os mesmos temas até ao infinito. Já não sei quem disse que um realizador está sempre a a fazer o mesmo filme e essa observação no caso dele, aplica-se a 100%. Mas é a capacidade de ele se renovar cada vez que conta a mesma história que me fascina.
Aqui ele abalança-se ao thriller cruel e sai-se muito bem. Uma excelente história, perversa qb, filmada como só ele sabe. Não posso contar muito para não criar spoilers mas, a mim o filme agarrou-me do principio ao fim. O Banderas (de quem até nem gosto) está impecavelmente dirigido e os outros actores estão ainda melhores. Excelente banda sonora e do resto nem é preciso falar. É cinema puro.

Basicamente gostei bastante mas as opiniões não são consensuais. O meu mais que tudo odiou ( ele hoje estava mal disposto ;) ) e uma amiga nossa saiu do cinema sem saber o que pensar.
A não perder, de maneira nenhuma.

untitled

by Jeremy Geddes

beefcake

um gif por dia

LOL

sábado, 19 de Novembro de 2011