sexta-feira, 6 de setembro de 2013

A Última Fronteira – Lisboa em Tempo de Guerra


A semana passada fomos ver esta exposição e gostámos bastante.

Em 1939, assim que teve início a Segunda Guerra Mundial, Portugal declarou a sua neutralidade no conflito, tornando-se a única esperança de sobrevivência para milhares de pessoas.
Lisboa era, então, um dos únicos portos livres da Europa, ponto de encontro e sala de espera de todos aqueles que fugiam ao nazismo. Aos refugiados, exilados e apátridas apenas restava esperar pelo navio salvador que os levaria para os Estados Unidos da América. O importante era fugir para o mais longe possível do inimigo.
 






















Na base desta mostra inteiramente dedicada aos anos 40, está o livro Lisboa, uma Cidade em Tempo de Guerra, da autoria de Margarida Magalhães Ramalho, que, em conjunto com António Mega Ferreira, é responsável pelo comissariado da exposição.
Composta por material proveniente de diversos acervos, a mostra conta com fotografias, documentos, trajes e objectos de decoração, reproduções de cartazes publicitários, mobiliário comercial, doméstico e urbano, maquinaria de comunicação, acessórios e filmes que ilustram o papel da cidade no tempo da Segunda Guerra Mundial, época em que Lisboa se tornou um horizonte de esperança para milhões de pessoas, um oásis de neutralidade, a última fronteira para o acesso à liberdade.
Texto retirado daqui.

A exposição A Última Fronteira – Lisboa em Tempos de Guerra está patente no Torreão Poente do Terreiro do Paço.
Até 15 Dezembro, diariamente, das 10h às 20h
Bilhete: 3 euros.

6 comentários:

  1. Obrigado pela dica :)

    Fiquei a saber, que foi graças a estas pessoas que chegavam a Lisboa, que nós portugueses ficámos a conhecer as Bolas de Berlim e os Peluches, entre outras tantas coisas :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso não sabia eu...:)

      Abraço amigo Francisco e boa semana.

      Eliminar
  2. Estive para ir, com o P., no dia em que fomos ao miradouro do Arco. Acabei por não ir. :|

    abraço. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda tens tempo, está até Dezembro.
      Abraço :)

      Eliminar