sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Daedalus and Icarus


by Lord Frederick Leighton, 1869.

6 comentários:

  1. parece-me aqui apropriada a canção do cat stevens que o sad eyes postou um dia destes... :)
    bjs.

    ResponderEliminar
  2. "[...] Ora a vizinhança do sol voraz / amolece as odoríferas ceras que colavam as penas: / a cera derrete-se. Bem lá agita o rapaz os braços nus, / mas, sem asas para bater, não logra apanha ar algum. / E a boca que gritava o nome do pai é acolhida pelas águas / azul-esverdeadas, que dele obtiveram o seu nome."

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lindo!
      Tu é que és um expert em mitologia, está visto :)
      Abraço amigo Johnny.

      Eliminar
  3. O gosto dos pintores clássicos ingleses por pinturas homo-eróticas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso que foi moda na época trabalhar estes temas...

      Eliminar